Expectativa do empresário de SP nos negócios tem alta de 2,34% em agosto, aponta índice IFECAP - FECAP

Expectativa do empresário de SP nos negócios tem alta de 2,34% em agosto, aponta índice IFECAP

Impulsionadas pelo Dia dos Pais, as vendas apresentaram alta de 3,25% e o índice alcança o maior...
FECAP | 25/08/2022
Compartilhe:

Impulsionadas pelo Dia dos Pais, as vendas apresentaram alta de 3,25% e o índice alcança o maior patamar de 2022 

A expectativa dos empresários do comércio do Estado de São Paulo nos negócios teve alta de 2,34%, segundo o Índice IFECAP, indicador compilado pelo Instituto de Finanças da Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado (FECAP) considerando informações sobre as empresas do comércio varejista do Estado de São Paulo. 

O IFECAP, para o mês de agosto, registrou alta (+2,34%), quando comparado com julho de 2022. O Índice Geral registrou 139,25 pontos, na série sem ajuste sazonal. Esse é o segundo maior patamar, ficando atrás apenas para fevereiro de 2022, quando o indicador marcou 139,51 pontos, na série sem ajuste sazonal. Em relação ao mesmo período do ano passado, o Índice Geral se encontra 6,35% acima.  

O resultado foi influenciado pelo Índice Momento Atual, que apresentou alta de 3,28%, na comparação com o mês anterior, registrando 137,53 pontos – o maior patamar em 2022. As vendas foram impulsionadas nesse período pela comemoração do Dia dos Pais (14), com alta de 3,25% (137,78 pontos). As encomendas (+4,47, 136,65 pontos) e situações dos negócios (+2,18%, 138,16 pontos) apresentaram comportamento semelhante.  

Em relação ao mês anterior, o Índice Futuro (141,82 pontos) apresentou alta de 1,01%, influenciado pelas expectativas de vendas (142,48 pontos, com alta de 1,04%) e encomendas (141,17 pontos, com alta de 0,98%). 

Tabela 1: IFECAP sem ajuste sazonal 

Expectativa do empresário de SP nos negócios tem alta de 2,34% em agosto, aponta índice IFECAP

Entenda o Índice FECAP de Expectativa nos Negócios 

O IFECAP – Índice FECAP de Expectativa nos Negócios consiste em um indicador baseado em metodologia largamente utilizada por diversos países. Há mais de 12 anos, a FECAP coleta dados e calcula mensalmente o índice, que avalia a situação atual das empresas do comércio varejista, com informações sobre o desempenho atual das vendas e das encomendas. 

A escolha do comércio varejista como universo da pesquisa se deve ao fato de ser esse setor o elo entre a indústria em geral e o consumidor final, uma vez que grande parte da produção de todos os setores da economia acaba circulando de alguma forma pelas empresas do comércio. Seu principal uso refere-se à previsão do nível de atividade da economia, isto porque o índice procura avaliar a expectativa real dos empresários em relação às variáveis chaves, como encomenda a fornecedores e venda ao consumidor final, ou seja, a antecipação do comportamento da produção e renda. 

O IFECAP é composto pela compilação de informações sobre o desempenho atual das vendas e das encomendas, bem como a avaliação sobre a situação atual das empresas do comércio varejista. Consideram-se ainda informações sobre a expectativa dos empresários quanto ao desempenho das vendas e das encomendas para os próximos três meses. 

Indicadores 

O IFECAP divide-se em três indicadores: 

Índice Momento Atual: diz respeito às respostas dos empresários sobre as suas encomendas atuais, realizadas junto a seus fornecedores; a evolução das vendas no período atual; e a avaliação da situação geral dos negócios; 

Índice Futuro: calculado com base nas expectativas dos empresários em relação às suas vendas e encomendas em um horizonte temporal de 3 meses; 

Índice Geral: é o indicador composto da agregação dos dois índices descritos acima. 

Metodologia 

A metodologia do IFECAP considera um conjunto de perguntas qualitativas referidas às expectativas do empresário. São pesquisadas diversas empresas do comércio varejista nas cidades de São Paulo. 

A pesquisa é sempre realizada na semana do dia 15 do mês corrente, composta por questões qualitativas, que captam a percepção do empresário em relação ao desempenho de sua empresa, classificadas em microempresas, pequenas, médias e grandes empresas. 

Notícias Relacionadas

SIGA A FECAP NAS REDES SOCIAIS

Quer saber mais sobre a FECAP?