Aluna de RI fala sobre direitos e deveres da OMS, veja vídeo - FECAP

Aluna de RI fala sobre direitos e deveres da OMS, veja vídeo

A aluna Luana Carolina Corazza Morais, do curso de Relações Internacionais da FECAP, venceu um...
Graduação | 08/07/2020
Compartilhe :

A aluna Luana Carolina Corazza Morais, do curso de Relações Internacionais da FECAP, venceu um “concurso” realizado durante a aula do Prof. Dr. Cícero Krupp, na disciplina “Direito Internacional Público” para estimular os estudantes a enviarem vídeos e estudarem os direitos e deveres da OMS. 

Na atividade, os alunos deviam responder três perguntas em torno da personalidade jurídica das organizações internacionais, em especial, da Organização Mundial da Saúde. “Estávamos bem no início da pandemia. Eu postei alguns textos no Moodle e solicitei que todos entregassem na próxima aula. Contudo, quem respondesse esta atividade por vídeo, iria concorrer a um livro. Ao todo, quatro alunas se motivaram. Eu passei os vídeos na aula, e disse que todas já tinham ganhado nota máxima na atividade, e que a turma deveria votar no Moodle. A Luana acabou vencendo”, explica Krupp. 

Assista ao video:

O professor Cícero é também um dos professores colaboradores da Cátedra Jean Monnet de Estudos Europeus que irá coordenar o grupo de trabalho “Migrações e Refugiados” da Cátedra Jean Monnet. “O projeto pretende trabalhar diretamente no nosso bairro, numa interação entre direitos humanos e empreendedorismo. Vamos empoderar os imigrantes com direitos, ajudar as empresas a encontrá-los, enfim, fazer pontes. No mínimo, ter um mapeamanto do que há de demandas e oportunidades na região. A equipe ficou bastante interessante, com alunos de diversas universidades, alguns mestres, mestrandos e uma doutoranda. Temos quase dez alunos da FECAP. Uma das atividades de abertura do GT será o Webinar da colaboradora do ACNUR em Roraima no Brasil, Thaís Silva Menezes. Ela já trabalhou no Conare (Comitê Geral de Refugiados do Ministério da Justiça), fez Doutorado na UNB) e mestrado no IRI”, conta o professor.

Notícias Relacionadas

SIGA A FECAP NAS REDES SOCIAIS

Quer saber mais sobre a FECAP?