Vice-reitor da FECAP é o novo presidente do FinancIES - FECAP

Vice-reitor da FECAP é o novo presidente do FinancIES

O vice-reitor da Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado (FECAP),...
Imprensa | 15/12/2021
Compartilhe :

O vice-reitor da Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado (FECAP), Taiguara Langrafe, é o novo presidente do FinancIES, Fórum dos Executivos Financeiros para as Instituições de Ensino Privadas do Brasil.  

Fundado há 14 anos, o fórum se consolidou como um importante ambiente para o intercâmbio de experiências, cases e estratégias de sucesso na área do ensino superior em todo o país. Participam da Rede FinancIES mais de 1.800 executivos de todo o Brasil, 60% deles dirigentes financeiros da Educação Superior e do Ensino Básico. 

“A importância e o valor do FinancIES para os participantes são enormes. Em resumo, é uma confraria de executivos financeiros e lideranças da Educação, que trocam informações e constroem soluções conjuntas em um clima de confiança e cooperação. E o mais importante: gerando impacto nas instituições de ensino, com melhor qualidade na gestão”, destaca Langrafe. 

O planejamento para a nova gestão do fórum será elaborado ao longo dos próximos três meses pela nova equipe gestora. No entanto, o novo presidente do FinanIES adiantou alguns objetivos estratégicos, entre eles, a inclusão de executivos e lideranças da Educação Básica no fórum; a organização de soluções de hunting e a formação de equipes para os participantes; a realização de eventos e treinamentos específicos, conforme demandas da comunidade; e ações para garantir uma maior representação nos Estados da Federação com representantes regionais; além da manutenção do clima de cooperação entre os participantes. 

Continuação do legado 

Na avaliação do fundador do FinancIES, Adriano Souza Dias, os encontros nacionais do fórum colaboram para o entendimento do universo da educação privada, em particular a superior, que ao longo dos últimos anos passou por muitas mudanças, entre elas o crescimento do número de faculdades, a chegada e a consolidação do Ensino à Distância, a entrada de universidades de outros países, a abertura de capitais e investidores apostando na Educação e o surgimento das Edtechs. 

“O fórum propicia discussões dos temas de momento, trazendo palestrantes especialistas nos assuntos, gerando movimentos em nível nacional em sintonia com o grupo para posicionamento de interesse dos educandários”, destaca Dias, que participará da nova gestão do FinancIES como diretor Executivo e presidente do Conselho. “Tenho certeza de que teremos uma gestão brilhante, sequenciando, com louvor, a missão do FinancIES. Afinal, Taiguara é ‘o cara’! Um amigo competente, sorridente, otimista, animado, inspirador, experiente, apaixonado pela Educação”. 

Para Elizabeth Guedes, presidente da Associação Nacional das Universidades Particulares (Anup) e diretora Institucional da nova gestão do FinancIES, o fórum é uma das formas mais modernas de associação, onde todos os executivos se unem em uma rede de cooperação e compartilhamento de informações, trabalhando em benefício dos estudantes e da Educação em todo o Brasil.  

Ela destaca que a entidade terá papel estratégico no próximo ano, não só por tratar-se de um ano de eleições, mas também por ser um momento de retomada pós-pandemia. Isso porque os executivos que participam do fórum atuam na área financeira, mas em conjunto com reitores e toda a área acadêmica, orientando sobre quais caminhos seguir e viabilizando novas possibilidades para que as instituições possam atuar e mais pessoas possam aprender. 

“É uma grande satisfação fazer parte desse grupo, auxiliando a manter unidos, informados e ativos diretores das áreas executiva, de finanças e acadêmica. Taiguara é muito articulado, não só por ser um vice-reitor ativo, mas também por ter visão de negócio, estar engajado em causas sociais e ser um profissional que trabalha em benefício da Educação. Com certeza sua gestão vai fortalecer o FinancIES como uma entidade nacional, plural e de participação voluntária”. 

Quem também vai contribuir para a continuação do legado do FinancIEs na nova gestão é o ex-presidente do fórum, Jeferson Vinhas, que assume a vice-presidência. O CFO da UniCesumar esteve à frente do grupo nos últimos quatro anos e, neste período, trouxe inovações como a realização de fóruns regionais em Porto Alegre, Belo Horizonte e Brasília, a criação do Fórum de Inovação Acadêmica e a inclusão de temáticas ligadas ao desenvolvimento de pessoas e de políticas públicas. “Foram quatro anos desafiadores. Nos adaptamos à pandemia, promovendo discussões via webinar e eventos online, posicionando o FinancIEs nesse momento em que muitas pessoas do setor estavam com receio do que iria acontecer”. 

Para Vinhas, a nova gestão vai consolidar ainda mais o trabalho feito pelo fórum. “Taiguara tem uma competência ímpar de gestão, é bastante organizado, tem foco muito claro em planejamento e é muito bom em transformar relacionamentos em negócios, sempre em benefício da Educação. Isso tudo está alinhado com a filosofia do FinancIES”. 

Para Langrafe, é uma honra representar a comunidade FinancIES. “Agradeço a confiança e o apoio do Adriano Souza Dias, do Jeferson Vinhas, da Beth Guedes, que sempre apresenta grandes ideias, e a todos que participam dessa grande confraternização de pessoas competentes que é o FinancIES”. 

FinancIES 2021  

O anúncio da nova Presidência do fórum foi feito durante a última edição do FinancIES, realizado nos dias 25 e 26 de novembro, em Sorocaba (SP). O evento reuniu mais de 1400 pessoas, online e presencialmente, que acompanharam os debates e as dinâmicas acerca da relação entre as EdTechs, empresas que desenvolvem soluções tecnológicas para o setor da Educação, e as instituições de ensino.  

“Percebemos, seja com base nas discussões nos resultados da dinâmica de grupo, que há propensão à cooperação ao longo de toda a Cadeia de Valor das instituições de ensino, em especial quanto às atividades de Marketing e de TI. As Edtechs têm apresentado soluções específicas com grande qualidade e velocidade”, avalia Langrafe, que coordenou as dinâmicas de grupo.  

“Fizemos uma provocação sobre competição x cooperação entre EdTechs e instituições de ensino. A conclusão, que já era esperada, é de parceria. As instituições estão vendo as EdTechs como uma oportunidade para a superação de desafios e solução de problemas, seja em sua atividade principal ou nas atividades secundárias. Além disso, algumas também estão enxergando as startups como uma oportunidade de investimento, como fonte alternativa de receita”, ressalta Vinhas. 

Adriano Dias também avalia que as EdTechs vieram para colaborar, trazendo competências e tecnologias que as instituições não tinham. “Me atrevo a dizer que uma instituição de ensino hoje deve, por necessidade de posicionamento de mercado, olhar com profundidade o que existe de EdTechs disponíveis e suas propostas”. 

A próxima edição do FinancIES será realizada em 2022 no Rio de Janeiro (RJ).  

CONFIRA AS IMAGENS DA ÚLTIMA EDIÇÃO

 

Notícias Relacionadas

SIGA A FECAP NAS REDES SOCIAIS

Quer saber mais sobre a FECAP?