fbpx

Coisas que aprendi em 7 anos de carreira, após me formar na FECAP

Por Thiago Gouveia
CE - Reflexões Relevantes - Geral | 18/09/2020
Compartilhe :

Ontem completei 7 anos de trabalho na mesma empresa, a qual ingressei poucos meses após me formar em Administração de Empresas na FECAP. Nesta jornada, muita coisa rolou e tive grandes lições.

Vou compartilhar com vocês a minha visão sobre 7 pontos que eu acredito serem chave para uma vida profissional próspera. Espero que possamos crescer juntos nessa troca.

As Lições que recebi:
1. Ética acima de tudo

Tome todas as suas decisões, sem exceção, pautadas na ética (“todas, sem exceção” é pleonasmo, eu sei – foi intencional, inclusive foi intencional colocar esses parênteses, para reforçar o quão importante isso é).

No comecinho da minha carreira, meu caráter profissional foi colocado à prova algumas vezes e, neste contexto, tive a sensação de ter tido ‘perdas’ por fazer a coisa certa – olhando pra trás, vejo que eu só ganhei.

Me lembro de uma situação específica, trabalhando para outra empresa, em que, se eu tivesse ‘dado um jeitinho’, como foi sugerido por um colega, eu teria ganhado uma “bolada” em dinheiro. Evidentemente não dei o jeitinho e sou grato por sempre ter tido escolhas éticas – inclusive, no dia em que isso me foi proposto, escolhi buscar outro emprego.

Tome decisões éticas em tudo!

2. Ajude as pessoas a sua volta

Não tenho dúvidas de que ao longo da minha carreira, por onde passei, fui contratado por conta de skills demonstrados em entrevistas e experiências passadas. Mas saber navegar entre pessoas, fazendo a coisa certa e ajudando ao máximo que eu podia, foi o que mais me ajudou nos últimos anos a enxergar minha missão, a me motivar e a crescer.

A própria maneira com a qual eu cheguei no processo seletivo da empresa que trabalho foi ajudando um amigo, que é um profissional admirável: ele estava participando de um processo seletivo aqui e a empresa nos viu conectados no LinkedIn. Foi aí que me pediram uma carta de recomendação para ele. O que seguiu foi: escrevi a carta com a melhor intenção, gostaram da maneira como escrevi e me chamaram pra participar de um processo também. Nós dois conseguimos uma oferta de trabalho.

Realçar o brilho dos outros não apaga o seu brilho, e é a coisa certa. Faça mais disso!

3. Dados, dados e dados

Ideias legais são divertidas, mas só é possível distinguir aquilo que funciona daquilo que não funciona, com dados. No ambiente profissional, geralmente a ciência funciona melhor que a alquimia.

Qualquer atividade (eu disse qualquer atividade) é possível ser mensurada e melhorada. Na minha opinião, se você não avalia e quantifica seu trabalho, você não está se ajudando, ou pelo menos não sabe o quanto está se ajudando e se isso é bom ou ruim.

Seja cientista, não alquimista!

4. Saiba resolver problemas e resolva

No final do dia, você é pago pra isso. Faça cursos, tenha experiências, valorize o conhecimento sem compromisso e viva uma vida de muito aprendizado. Mas saiba colocar tudo isso em prática. Ter uma caixa de ferramentas no armário de casa não faz com que parafusos sejam apertados.

Crie sua caixa de ferramentas e seja obcecado por “apertar parafusos”!

5. Saiba ouvir mais do que falar

Foi isso o que eu ouvi no meu primeiro estágio, lá em 2007, na Líder Taxi Aéreo e que me serviu muito nestes anos. Receber visões diversas sobre qualquer tema é fundamental para aprimorar nossas reflexões e apoiar nossas escolhas.

Ouça ao máximo, e saiba distinguir aquilo que é útil daquilo que não é útil!

6. Trabalho focado gera resultados. O resto é história

Trabalhe! Simples assim.

7. Tempo ao tempo

Construir uma carreira leva tempo. Hoje ocupo uma posição que me faz brilhar os olhos, mas foi só com trabalho duro, dando tempo ao tempo e seguindo as outras crenças que eu compartilhei nos pontos anteriores, que eu consegui alcançar este objetivo.

Não pensem que tudo são flores. Não são. Mas todo dia é dia de agradecer (inclusive pelas lições trazidas em dias desafiadores), de lembrar que você já quis muito estar neste lugar/empresa/posição, e de dar tempo ao tempo.

No passado, já ocupei algumas posições que não gostava e ficava agoniado por mudanças, já que eu nunca aceitei não entregar resultados (a pressão foi grande, na época) – mudei de profissão, escopo, empresa algumas vezes, mas tive alguns ‘anjos’ na minha carreira que me mostraram que estava na hora de aprender a encarar os desafios profissionais em um prazo maior – agradeço todos os dias pela paciência que tive nos últimos anos.

Demorou pra eu aprender a controlar a minha ansiedade e imediatismo, mas isso foi fundamental para eu poder criar bases sólidas.

Dê tempo ao tempo!

Agradecimento

Gostaria de finalizar agradecendo por cada uma das pessoas que cruzei no meu caminho, dentro e fora do ambiente profissional. Cada uma, sem exceção. Vocês foram e são a parte mais importante na minha trajetória de vida.

Desejo a todos muito sucesso e coisas boas!

 

Por Thiago Gouveia

Alumni do curso de Administração

Especialista em Business Administration and Management

Quer saber mais sobre a FECAP?