Intercâmbio de ideias e experiências enriquece o empreendedorismo da América Latina - FECAP

Intercâmbio de ideias e experiências enriquece o empreendedorismo da América Latina

As diferenças socioculturais entre países enriquecem a discussão nas aulas e atividades...
International Office | 04/11/2021
Compartilhe:

As diferenças socioculturais entre países enriquecem a discussão nas aulas e atividades relacionadas à gestão empreendedora e inovação. A avaliação é do professor da Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado (FECAP) Leonardo Lugoboni, que está participando, com um grupo de alunos da instituição, do encontro AMÉRICA: un ecosistema emprendedor e inovador

O evento, organizado pela Central University of Valle del Cauca, da Colômbia, está promovendo a capacitação de estudantes universitários para dinamizar o ecossistema empreendedor e contribuir para o desenvolvimento socioeconômico da América Latina. Ao todo, cerca de 150 alunos de instituições de ensino superior do Brasil, Costa Rica, Paraguai, Argentina e Colômbia participam das atividades. 

“Apesar das nossas fronteiras serem próximas, o empreendedorismo nos países latino-americanos não é homogêneo. Cada lugar tem suas particularidades e, a partir desse intercâmbio de ideias, dentro de múltiplos contextos, estamos aprendendo o que dá certo lá fora e auxiliando com as potencialidades que temos aqui”, destaca Lugoboni. 

Ele explica, por exemplo, que enquanto no Brasil já é comum a utilização de ferramentas digitais nos negócios para discussões à distância, em alguns países esses recursos ainda são bastante incipientes. Por outro lado, os participantes brasileiros têm recebido informações ricas sobre como melhorar o atendimento ao cliente com os latino-americanos. “Ao ouvir e compreender como os outros países atuam, estamos discutindo detalhes que podem fazer a diferença nas ações de empreendedorismo e processos de inovação”. 

A troca de experiências para a promoção de ações de inovação e empreendedorismo não acontece apenas no âmbito sociocultural. Isso porque, entre os alunos, há estudantes de diversas áreas do conhecimento, como engenharia, letras e cursos das áreas biológicas. “Para quem é da área de gestão, receber informações de profissionais de outras áreas é fundamental. Isso porque não basta entender sobre custos e atendimento, é preciso garantir a qualidade das operações, e isso demanda um conhecimento amplo”, explica o professor. 

Desenvolvimento de projetos inovadores 

Desde o início de setembro, o evento tem proporcionado discussões virtuais entre os participantes com o intuito de ampliar a produtividade nos negócios e melhorar a qualidade do empreendedorismo como um todo. Nos primeiros encontros, os alunos receberam capacitações sobre transformações digitais e inovações empresariais. Agora, se preparam para as mentorias relacionadas a finanças. 

Entre as atividades realizadas, os estudantes fizeram uma análise do ambiente empreendedor e se dividiram em grupos para idealizar projetos inovadores, utilizando ferramentas de cocriação online para desenvolver seus planos de negócios. Após os encontros virtuais, os alunos poderão participar de um Boot Camp na Colômbia, com o objetivo de desenvolver um protótipo dos projetos desenvolvidos. 

“Com isso, além de fortalecer a cultura empreendedora nos países participantes, nós estamos gerando competências para que esses alunos possam empreender ou mesmo gerar inovações nos negócios em que já atuam e promovendo network, tanto para parcerias empresariais, quanto para parcerias acadêmicas”, finaliza Lugoboni. O evento acontece até 12 de novembro.  

Notícias Relacionadas

SIGA A FECAP NAS REDES SOCIAIS

Quer saber mais sobre a FECAP?