No trabalho e na vida: especialista elenca dicas para melhorar sua produtividade - FECAP

No trabalho e na vida: especialista elenca dicas para melhorar sua produtividade

Como anda a sua produtividade? O que faz você ser mais produtivo? O que atrapalha você no...
Imprensa | 14/05/2021
Compartilhe:

Como anda a sua produtividade? O que faz você ser mais produtivo? O que atrapalha você no trabalho, ou nas tarefas pessoais e da casa? Saiba que não é uma obrigação ser produtivo o tempo todo! 

Na opinião da professora, coach acadêmica e psicóloga da Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado (FECAP) Maria de Lurdes Zamora Damião, o ócio também pode ser produtivo: ele é necessário para melhorar a criatividade e a capacidade de produzir mais e melhor, não apenas no âmbito profissional, mas também na vida pessoal. 

A seguir, ele dá algumas dicas para encontrar o “equilíbrio”. 

DAR CONTA DE TUDO E POSSÍVEL! 

Maria de Lurdes diz que a produtividade está ligada a todas as áreas da nossa vida e é totalmente possível dar conta de todas as esferas sem se tornar um workaholic

Contudo, existem ações e atitudes que podem comprometer o desempenho: quanto mais rápido nos livrarmos de vícios e hábitos, mais produtivos seremos, sem necessariamente termos de trabalhar 14 ou 16 horas por dia. 

Segundo a especialista, uma pessoa verdadeiramente produtiva cuida do corpo da mesma forma que um músico afina o seu instrumento musical, para obter uma boa “melodia”. É preciso cuidar dos aspectos físico e emocional. 

“Cuidar do corpo praticando exercício físico, tendo uma boa higiene e alimentação, fazer boas leituras, isso tudo permite mais criatividade. Quando cuidamos bem de nós, o cérebro vai ter mais agilidade e destreza para atender demandas que surgem na vida acadêmica, financeira e profissional. Com sono e cansaço, o desempenho não será o mesmo. O momento de ócio, a hora de descanso também faz parte da produtividade. Momentos de prazer são necessários para manter o físico e o emocional saudáveis”. 

QUE PESSOA É VOCÊ? 

Para entender como você pode melhorar a sua produtividade, é importante entender e reconhecer que tipo de pessoa você é. 

Pessoas proativas: pessoas focadas na solução, quando detectam um novo cenário logo encontram uma nova forma de se reorganizar, buscando estratégias de adaptação. Consideram-se mais poderosas do que o desafio que enfrentem, alterando hábitos para atender a demanda. 

Pessoas reativas: focam no problema, reclamam, não buscam soluções. Sentem que desafios são mais poderosos do que elas. Esse tipo de pessoa tem dificuldades de adaptação. Precisam focar na solução e se adaptar aos desafios. 

Há ainda o perfil de pessoa que consegue analisar e identificar as situações e problemas, mas não sabem como resolver e lidar com eles, precisando de ajuda para organizar a vida. 

“A pandemia de Covid-19 nos levou para dentro de casa, e junto conosco vieram o trabalho, o estudo, uma série de coisas, tudo passou a acontecer junto e misturado. É importante se reconhecer e perceber o quanto somos flexíveis e e nossa capacidade de adaptação ao conviver com o novo, com o desconhecido. Esse é um bom momento para desenvolver soft skills”. 

HÁBITOS PARA MELHORAR A SUA PRODUTIVIDADE 

Seja proativo: foque na solução dos problemas. Uma pessoa reativa tem dificuldades para alcançar o que desenhou e planejou. A não realização dos sonhos também é, muitas vezes, devido à falta de produtividade. 

Tenha objetivos: sempre que começar um projeto, tenha o objetivo em mente. Defina e tenha clareza dos seus propósitos e metas, em todas as áreas da vida. Assim, vai priorizar ações para alcançar o objetivo. Inicie e termine os planos. Quantas vezes fazemos alguma coisa sem pensar sobre o que aquilo está agregando? Não perca tempo com coisas que não trarão retorno. Uma maratona de séries de 16 ou 20 horas no domingo é mais importante do que passar o dia interagindo com o seu filho? 

Comece pelo mais difícil: sempre que tiver uma lista de coisas ou atividades a fazer, faça primeiro o que é mais importante. Comece pelo mais difícil e trabalhoso primeiro. Nosso cérebro tem o hábito de começar pelo mais fácil. O mais difícil é o que traz mais resultado. 

Escute: desenvolva uma escuta ativa. Se não você não compreender o que o outro diz, o outro também não vai entender a sua resposta ou feedback. Ouça de fato o que o outro está dizendo. Quantas vezes você lê a primeira linha de um e-mail do seu gestor e começa a fazer algo, e depois descobre, lendo com calma o resto, que não era nada daquilo que ele pediu? 

Ganhe: faça sempre negociações ganha-ganha. Não tenha relacionamentos em sua vida em que uma parte saia lesado. Parceria se fortalece assim, os dois lados ganhando. 

Valorize a sinergia: tem coisas que conquistamos sozinhos, mas projetos maiores precisam de mais pessoas. Não vivemos sozinhos, peça ajuda. 

Afine seu instrumento: tenha bons hábitos físicos (alimentação adequada, exercícios físicos), mental (faça boas leituras), emocional (meditação, exercícios de atenção plena) e espiritual (religião, meditação, conexão com Deus). 

Disciplina, disciplina e disciplina: só com disciplina conseguimos alcançar desejos e metas, estabelecer plano e fazer acontecer. Treine autogestão, autonomia e flexibilidade, organize seus horários. Crie uma rotina diária com refeições, descanso, estudo e trabalho. 

Excesso de conectividade atrapalha: desconecte-se um pouco, principalmente das redes sociais.  

A ESPECIALISTA 

Maria de Lurdes Zamora Damião é Mestra em Administração – Gestão de Organizações e Pessoas pela Universidade Metodista de São Paulo, especialista em Consultoria de Recursos Humanos e graduada em Psicologia e Pedagogia.   

Professora das disciplinas Gestão de Pessoas e Liderança, Gestão de Carreiras e Competências em cursos de Pós-graduação; e em disciplinas de Psicologia, Liderança e Soft skills em cursos de Graduação, coach acadêmico e psicóloga da FECAP.   

Palestrante e facilitadora da Syntese Desenvolvimento Humano, da Universidade Corporativa do SESCON-SP – UNISESCON-SP e do Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo– CRCSP. Coach holístico, Action learning coach, Analista comportamental, Wizard, Professional and Master Avatar com certificações internacionais.   

Coautora dos livros “Competência: a essência da liderança pessoal”, publicado pela Saraiva, e “Coaching: desenvolvendo pessoas e acelerando processos”, publicado pela Editora IBC. 

Notícias Relacionadas

SIGA A FECAP NAS REDES SOCIAIS

Quer saber mais sobre a FECAP?

© Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado - FECAP - Todos os direitos reservados