Mestrado: especialista explica quando é o momento profissional para começar um curso - FECAP

Mestrado: especialista explica quando é o momento profissional para começar um curso

O Brasil ainda tem muita lição de casa a fazer quando o assunto é Educação. Relatório da...
Mestrado | 30/03/2022
Compartilhe:

O Brasil ainda tem muita lição de casa a fazer quando o assunto é Educação. Relatório da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) indica que apenas 0,8% da população brasileira entre 25 e 64 possui título de Mestrado. Entre os 35 países avaliados, o país fica entre as três nações com menor número de doutores no mundo. 

Segundo o coordenador dos programas de Mestrado da Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado (FECAP), Alexandre Sanches Garcia, o título de Mestre é uma das fórmulas para trilhar uma carreira de sucesso, e é relevante como critério de contratação. 

“Grandes empresas precisam de mão de obra qualificada, e um título de mestre é o principal diferencial em currículos de executivos e profissionais liberais em gestão de negócios, sendo um grande peso para carreiras em ascensão”, explica Garcia.  

Para orientar quem está pensando em dar um passo na carreira e iniciar um Mestrado, o especialista listou as dicas a seguir. 

Afinal, o que é um Mestrado?  

Não é nenhum um bicho de sete cabeças. Trata-se de um curso que aprofunda o aprendizado obtido na Graduação. Por estar inserido na categoria de Ciências Sociais Aplicadas, os mestrados oferecidos pela FECAP são voltados ao mercado, cujo objetivo é o aprofundamento de conhecimentos estimulando a reflexão crítica na busca de soluções para os problemas organizacionais por meio de pesquisas. 

Qual é o momento profissional ideal para fazer iniciar um Mestrado? 

A decisão de cursar um mestrado exige a avaliação do momento profissional que a pessoa passa em sua carreira. Não tem idade para iniciar um mestrado. Profissionais com muita experiência no mercado poderão aprender, por meio do estudo aprofundado com evidências empíricas, como metodologicamente categorizar e facilitar a comunicação de suas ideias e experiências para as organizações. Já os profissionais mais novos terão a oportunidade de, além de ampliar o conhecimento recentemente adquirido, contar com o empiricismo das práticas organizacionais discutidos em sala de aula. 

Quem pode fazer um Mestrado? Quais competências o candidato precisa ter?  

O Mestrado pode ser feito por graduados em qualquer área de conhecimento. Mas conhecimentos prévios nas áreas em que se quer especializar certamente contribuirão para um melhor aproveitamento do aprendizado. Pela característica dos mestrados, também é recomendável que o mestrando tenha as seguintes competências: proatividade, criatividade e resolução de problemas.  

Qual é o perfil de um aluno de Mestrado? Quais características ou qualidades pessoais ele precisa ter?  

O mestrado exige determinação, autodisciplina e meticulosidade nos estudos. Isso porque, diferentemente dos cursos de graduação e de MBA, por exemplo, o aluno no Mestrado assume o protagonismo nas aulas. Logo, ele precisará de muita autodisciplina para se preparar para as aulas. 

E a dissertação? É difícil? Quais são as principais dúvidas e dificuldades que o aluno geralmente encontra no trabalho?  

O produto final de um curso de Mestrado é a elaboração da dissertação e sua aprovação perante uma banca examinadora composta, no mínimo, por três professores, sendo um deles o professor orientador da pesquisa do aluno. Portanto, para isso é necessário muito esforço nos estudos e esmero na qualidade da pesquisa feita.   

Acredito que a grande dificuldade que os alunos enfrentam é o momento de escrever os textos. Portanto, a leitura constante durante o curso é fundamental para minimizar essa dificuldade. Mas na trajetória do curso, a principal habilidade desenvolvida será aprender a pesquisar, pois essa é a essência do mestrado. E para isso, há caminhos, técnicas e metodologias para desempenhar com excelência essa tarefa. 

Qual o principal benefício ou diferencial na carreira de um profissional com título de Mestre no currículo?  

Pesquisas recentes indicam que apenas 0,8% da população brasileira possui mestrado. Ou seja, é um número irrisório para um país do tamanho do Brasil que precisa se desenvolver para obter crescimento econômico e proporcionar o bem-estar social. Portanto, o fato de ter o título de mestre já o diferencia na sociedade e o condiciona para pensar, refletir e propor soluções à sociedade. Sem dizer que as instituições de ensino, por questões regulatórias, necessitam admitir professores com titulação de mestre ou de doutorado. 

MESTRADO DA FECAP 

Com propriedade no assunto, os programas de Mestrado da FECAP têm mais de 20 anos de atividades, com mais de 700 mestres titulados. Além do reconhecimento do mercado, a FECAP tem como diferencial um corpo docente de alto nível, competindo diretamente com universidades públicas, apoio ao empreendedorismo e interação entre teoria e prática.  

Além disso, os cursos são recomendados pela CAPES e a FECAP apoia pesquisadores a participar de congressos acadêmicos, intercâmbio com programas de mestrado no exterior e a possibilidade de financiamento do curso. 

A FECAP oferece o Mestrado Profissional em Administração, com duas linhas de atuação: “Finanças” busca o estudo avançado do papel do executivo financeiro, ou seja, como definir e controlar medidas de desempenho das organizações, avaliar e aprimorar risco e retorno das atividades organizacionais e outras ferramentas utilizadas na gestão financeira; já a linha de atuação em “Estratégia e Governança” se concentra no avanço de teorias e práticas gerenciais quanto à formulação e implementação de estratégias e aprimoramentos em Governança, compreendendo pesquisas sobre a criação de valor por empresas e sua distribuição entre os stakeholders.  

O Mestrado em “Ciências Contábeis” também tem duas linhas de pesquisa: “Controladoria Aplicada” abrange pesquisas sobre abordagens voltadas ao controle de gestão nas organizações e sua eficácia como suporte ao processo decisório; já a linha de pesquisa em “Contabilidade Financeira” foca estudos voltados para os usuários externos, como investidores, credores entre outros e desenvolve estudos relacionados ao reconhecimento, mensuração e evidenciação da informação contábil.  

Saiba mais sobre o Mestrado da FECAP, que está com pré-inscrição para novas turmas, pelo site: www.fecap.br/mestrado. 

O professor coordenador dos Mestrados da FECAP, Alexandre Garcia também vai tirar todas as dúvidas sobre o curso durante encontro on-line que ocorre dia 19 de abril, às 18h30. As inscrições são feitas por meio deste link

Notícias Relacionadas

SIGA A FECAP NAS REDES SOCIAIS

Quer saber mais sobre a FECAP?