fbpx

Coronavírus: momento é de exercitar os 3Rs da sustentabilidade empresarial

A professora universitária e coordenadora do curso de Graduação em Administração da FECAP,...
Extensão | 25/06/2020
Compartilhe :

A professora universitária e coordenadora do curso de Graduação em Administração da FECAP, Sandra Façanha, acredita que a crise trazida pelo coronavírus proporciona um momento no qual os gestores de empresas, especialmente das micro e pequenas, devem internalizar os 3Rs que resumem a sustentabilidade empresarial (resiliência, relacionamento e reinvenção), pegando carona nos 3Rs da sustentabilidade ambiental (reduzir, reutilizar e reciclar).

RESILIÊNCIA

A resiliência significa superar o momento difícil para todos. Define a nossa capacidade de voltar ao estado natural, principalmente após uma situação muito crítica, como é o caso da pandemia. O foco agora é sobreviver, não é mais continuar lucrando como no momento pré-pandemia. Salvo raras exceções, todos os negócios estão enfrentando dificuldades. É preciso entender e internalizar isso, porque assim saímos do passado e, finalmente, podemos encarar o presente, por mais desafiador que ele pareça ser.

“É como se fôssemos atingidos por um soco muito forte e, pior ainda, muito inesperado! Neste caso, naturalmente, envergamos! Mas a nossa capacidade de voltar ao estado normal, nossa resiliência, ainda está lá, intacta”, diz.

RELACIONAMENTO

No contexto atual, o segredo para sobreviver diante de tantas dificuldades passa pelo apoio dos parceiros, dos relacionamentos mais substanciais para o negócio. “É justamente nos momentos críticos de nossas vidas que nós descobrimos quem são os nossos verdadeiros parceiros: fornecedores, clientes, funcionários, prestadores de serviços, entre outros. Converse com eles. Mais do que nunca, deve haver um esforço mútuo, caso contrário, se o ‘barco afunda’, todos podem se afogar”.

O tempo para retornamos ao “estado normal” será tão rápido e o resultado tão eficaz quanto a qualidade dos nossos relacionamentos. A resiliência e os relacionamentos são cruciais no presente momento.

REINVENÇÃO

Pensando no futuro, temos de nos reinventar já! De forma criativa, repensar paradigmas, explorar as oportunidades que surgiram e parar de insistir em fórmulas que talvez tenham ficado obsoletas.

“Por meio de pequenas, mas valiosas ações, vislumbra-se uma reinvenção do negócio, uma forma diferente de fazer a mesma coisa, ou a possibilidade de fazer uma coisa diferente, ainda que do mesmo jeito. Tudo isso certamente pode fazer a grande diferença para o pequeno e/ou médio empresário neste momento de pandemia. Assim, conseguiremos sair dessa situação crítica mais fortes e preparados para um novo mundo pós-pandemia que, certamente, há de vir!”.

A especialista encerra recomendando uma dupla abordagem: transparência e comprometimento. “Transparência, porque sem isso não há como suscitar a genuína empatia dos nossos parceiros; comprometimento porque, se o esforço é mútuo, além da empatia, o comprometimento é necessário para colocar ações transformadoras em prática”, diz.

Notícias Relacionadas

SIGA A FECAP NO INSTARAM

Quer saber mais sobre FECAP?