fbpx

Palácio do Comércio participa de Jornada do Patrimônio da cidade de São Paulo

Campus Largo São Francisco integrou a programação junto com outros importantes espaços que...
História da FECAP | 21/11/2019
Compartilhe :

Campus Largo São Francisco integrou a programação junto com outros importantes espaços que marcaram a história da cidade

O último final de semana foi de grande honra para a Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado. Promovida pela Prefeitura do Município em parceria com a Secretaria de Cultura, a Jornada do Patrimônio foi um evento que permitiu a apaixonados por história e arquitetura conhecerem de perto imóveis tombados e roteiros históricos relevantes na expansão da cidade no início do século passado.

A Profa. Dra. Miriam Vale, Curadora do Acervo Histórico da Instituição, foi a responsável por inscrever o Palácio do Comércio no edital de chamamento para participar da ampla programação. Assim ela descreveu a nossa participação no evento: “Os presentes fizeram visitas guiadas ao Palácio do Comércio, exploraram detalhes arquitetônicos do imóvel e conheceram a história de nossa Instituição”.

Ciente de sua influente contribuição na formação prática de profissionais e detentora da mais antiga Certificação de Utilidade Pública do Brasil (conquistada em 1905), a FECAP se orgulha de ter inaugurado as áreas de estudos em Economia (1934) e Contabilidade (1939). Além disso, em 1902, ano de sua fundação, foi a primeira escola preparatória para profissionais que desejavam se especializar na função de “guarda-livros” (antigo contador).

Horácio Berlinck, Contador, Economista, Professor e Político brasileiro, foi o idealizador desse grande empreendimento que continua dando frutos após 117 anos. Sua carreira começou na Escócia, onde estudou Contabilidade Industrial com David Justice. Após alguns anos lecionando na Escola Politécnica da USP, constatou, junto com o Conde Antônio Álvares Leite Penteado, a necessidade de criar uma escola voltada à formação de profissionais qualificados para a gestão de Organizações.

Em um contexto no qual São Paulo era o centro de exportação de café (final do século XIX e início do século XX), a indústria crescia em um ritmo acelerado e cada vez mais imigrantes chegavam em busca de oportunidades de trabalho; a cidade, então, passa por um processo intenso de transformação em seu perfil econômico, converte-se em um grande polo de comércio, serviços e tecnologia e firma uma posição que ocupa até hoje: é uma das principais metrópoles do mundo.

A mudança no perfil da cidade gerou a necessidade da existência de uma escola de negócios. Foi essa a história que os monitores da visita guiada contaram aos cem interessados que participaram dos dois dias de programação. “Não tem como a FECAP não participar da Jornada porque muitas coisas começaram aqui. Se você analisar, sem a criação da escola, o desenvolvimento econômico da cidade não seria o mesmo”, afirma Elba Lopes, Bibliotecária da FECAP.

A troca de conhecimento entre os visitantes do Palácio e quem monitora é muito grande. “Nós conhecemos a história da Instituição e muitos sabem do contexto em que estava a cidade, estão a par de fatos desconhecidos para nós sobre arquitetura e outros detalhes que fazem parte dos pontos abordados por nós na visitação, por isso gosto tanto de participar da atividade”, completa Elba, que já participa da visita há dois anos e formula o script para os voluntários.

Notícias Relacionadas

SIGA A FECAP NAS REDES SOCIAIS

Quer saber mais sobre a FECAP?